RSS

Arquivo da tag: dicas de comércio eletrônico

10 motivos para montar uma loja virtual

Não tem como ignorar! O mundo converge para a rede, e nela vai o consumidor. Quem não aparecer na web será atropelado pela concorrência.

O Lojistaonline selecionou 10 motivos para você investir no Comércio Eletrônico. Confira:

1. Funcionamento 24 horas. Com um endereço na web, a sua empresa pode monta uma loja virtual e vender a qualquer hora. O horário comercial da sua empresa passa ser 24×7 (7 dias por semana e 24 horas por dia). A loja na rede abre canal de comercialização com 50 milhões de internautas somente no Brasil.

2. Vendas sem fronteiras. Com uma loja virtual, a empresa vence as barreiras geográficas e mostra seus produtos e serviços para o mundo. Assim, será possível vender aonde as equipes de vendas não chegam e onde as lojas físicas não atendem. Há varejistas do Sudeste que vendem mais para o Nordeste, por meio da internet, do que em para seus próprios estados.
3. Comodidade do consumidor. Com a sua loja na internet, a empresa oferece total comodidade para o consumidor. Ele poderá fazer compras de qualquer parte do mundo. Seja no conforto do escritório, na tranqüilidade em casa ou onde haja um aparelho conectado à internet.  Poderá também conhecer todos os seus produtos a distância e ir a sua loja apenas para concluir o negócio (Hoje 70% dos consumidores plugados na internet fazem isso).

4. Acompanhamento das vendas. Pela internet, a empresa ganha mais flexibilidade para agir, pois terá acesso instantâneo aos relatórios de vendas, controle de estoques múltiplos dos fornecedores, visitas ao site, faturamento e outros indicadores das vendas. Esses dados são fundamentais para a tomada de decisões urgentes.

5. Múltiplos estoques. A dinâmica das vendas pela web permite que as empresas invistam em produtos com grande aceitação no mercado. O E-commerce permite que se trabalhe com múltiplos estoques, inclusive com estoques dos próprios fornecedores. Assim, a empresa ganha agilidade, diminui despesas operacionais e necessita de menor capital de giro.

6. Flexibilidade Promocional. É mais simples e rápido organizar promoções na loja online. De forma imediata, é possível obter dados sobre os resultados alcançados e avaliar a resposta dos consumidores.

7. Igualdade de competição. Na rede mundial de computadores, as empresas disputam o mercado nas mesmas condições. Na web, é mais rara a premissa de que quem é o maior tem que ser o melhor. O tamanho da empresa não tem importância. O fundamental é ter uma relação transparente e profissional com o consumidor, garantindo a entrega do produto e a segurança da operação.

8. O custo de uma loja virtual. É imensamente menor o custo de criação e manutenção de um espaço na internet do que uma loja física. Não dá nem para comparar em razão da ausência de despesas com estoques, empregados, segurança, instalações, etc.

9. Monitoramento do consumidor. Por meio do Comércio Eletrônico, pode-se fazer um cadastro de cada cliente online e saber exatamente quem é ele. Suas informações serão colocadas em um banco de dados e a qualquer momento ele poderá ser informado das promoções e novidades de produtos. Conhecendo o cliente, a empresa fica sabendo o que ele gosta de comprar, é possível prever a demanda, direcionar promoções, reposicionar produtos,entre outras ações.  Sua empresa pode oferecer uma melhor qualidade no suporte de pré e pós-venda.

10. Avanço das vendas online. Nos últimos cinco anos, o E-commerce cresceu em média 52% por ano. O mundo converge para a Internet, e nesse sentido caminha o consumidor. Uma verdade surge: quem não estiver na rede, será atropelado pela concorrência.
Por tudo isso e muito mais, experimente o Comércio Eletrônico Online e descubra no mundo virtual novas oportunidades reais de negócios.

E-Commerce Blog

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/06/2011 em E-Commerce

 

Tags: , ,

11 dicas para criar um comércio eletrônico de sucesso

Não existe uma receita, porém com certeza esses passos ajudaram no caminho.

Negociar produtos ou serviços na internet é uma forma de vida para muitas empresas atualmente, muitas vezes essas empresas nem chegam a existir no mundo “real”, ou seja, não detêm de locais físicos para atendimento. Lançar um negócio virtual requer empreendedorismo, arte, tecnologia e ciências. A seguir listamos alguns passos para que esse lançamento seja um sucesso.

 

1. Construa seu site/loja em uma plataforma de código aberto e gratuito. Existem inúmeras vantagens pela adoção dessas ferramentas, porém a principal é a comunidade que existem por detrás dessas. Além de oferecer largo suporte, ainda é possível contar com novos desenvolvimentos de componentes gratuitos, adoção de melhores práticas rapidamente, como SEO e por fim, existirão outros milhares de usuários que estarão testando e homologando a ferramenta.

2. Analisar e compreender o mercado potencial. Identifique onde os clientes “virtuais” estão em sua maioria localizados e como eles interagem um com os outros. Com essas respostas será possível criar campanha de mídia que estimule o compartilhamento por eles próprio através da mídia social.

3. Crie um blog e atualize no mínimo três vezes por semana. Faça convite regulares para novos leitores lerem e principalmente comentarem. Interaja com os leitores através dos comentários. Foque os tópicos com as palavras chaves da estratégia do seu negócio para alavancar suas visitas através do SEO.

4. Aplique as “Medalhas Sociais” (links para seus perfis de mídia social). Utilize sempre o máximo possível, por exemplo, Facebook, Linkedin, Twitter, YouTube, Google +1. Coloque também ferramentas para compartilhamento pelas principais redes através de “plugins”. Isso ajudará a promover o negócio com a comunidade através das duas vias de comunicação.

5. Faça analise da concorrência. Sempre existem concorrentes para 99.9% dos negócios, por isso faça um estudo que identifique de 3-5 maiores e siga as pegadas digitais dessas empresas para verificar quais são os seus principais movimentos e novidades. Outra dica é configurar o “Alerta do Google” para termos específicos sobre sua empresa, produtos e concorrentes, porque dessa forma seremos alertados toda vez que algo for publicado na internet.

6. Certifique de Instalar o Google Analytics. Devemos sempre acompanhar as informações sobre: as páginas de entradas, páginas de saídas, tempo no site, taxa de rejeição, taxa de retorno, origem dos visitantes, termos de buscas. Essas informações são valiosas para identificar possíveis falhas e acertos.

7. Criar uma oferta especial para fãs no Facebook. Isso auxiliará seu negócio a ser mais conhecido rapidamente e largamente difundido na maior rede social do momento.

8. Construa “Landing Pages” perfeitas (Página de Aterrissagem). Isso com certeza será um fator determinante para o sucesso ou fracasso do negócio virtual.

9. Implantar uma Campanha de Marketing Viral. Essas ofertas ou recompensas para a comunidade incentivaram a indicação para amigos, através da rede social ou outros meios convencionais.

10. Uso de vídeos direcionados. A largura da banda e a utilização de smartfones e tabletes tem aumentado muito rapidamente. Crie vídeos de 1 a 2 minutos através de um canal no Youtube para aplicação de promoções exclusivas neste canal.

11. Garanta a utilização de melhores práticas de SEO. Grande parte dos novos negócios nascem da intenção dos próprios clientes e é esse movimento em sua grande maioria, vêem através das buscas, por isso é importante estar bem localizado, isso garante maior visibilidade aumentando assim as chances de conquistar novos clientes.

Existem outras ações que podem ser elencadas, porém consideramos essas as principais e básicas para garantir o sucesso de comércio eletrônico.

Marcelo Goberto Azevedo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20/06/2011 em E-Commerce

 

Tags: , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: