RSS

Arquivo diário: 26/09/2011

O mundo agora é delas

Não é de hoje que as mulheres estão dominando o mundo corporativo, assumindo cargos que antes eram somente destinado aos homens. Hoje elas ocupam cadeiras de gerentes, diretores e até presidente de uma grande companhia, seja ela nacional ou multinacional.

Este vídeo mostra que já chega em 40% das empresas estão nas mãos delas, algo que a 30 anos atras correspondia a 10 vezes menor. Mas há quem pensa que elas largaram a casa e a família, elas estão criando seus home office e também ultrapassa os homens, chegam a ser o dobro.

Eu acredito que elas devem alcançar os 50% em menos de 10 anos, cuide bem do seu cargo, uma mulher pode estar de olhos bem abertos!

Leonardo Zani
Especialista em Planejamento Estratégico Digital
Conheça meu LinkedIN
Seja meu amigo no Facebook
Me siga no Twitter @leoZANI @marcaemarketing
 
 

Tags: , , ,

Apple e a relação com seus usuários

Falar da Apple hoje é fácil, difícil foi fazer todo esse trabalho de décadas e conquistar milhões de clientes fiéis ao longo dos anos.

Eu não tenho iPhone, e ainda não fui picado pela mosquinha prateada, mas tenho curiosidade pra ter e poder relatar minha experiência de consumer. Nesta quinta feira (22/10) saiu uma pesquisa feita pela UBS Research de satisfação de usuários do iPhone e concluiu que 89% das pessoas que tem o smartphone não pretendem trocar a marca de seu aparelho, isso mostra a credibilidade, satisfação e mais, a paixão pela marca que é o mais importante.

Em segundo lugar bem lá atras ficou a HTC com 39%. A pesquisa informa que, no geral, os índices de retenção de um smartphone está caindo para a maioria das fabricantes de celulares.

A RIM despencou de 62% para 33% em apenas 18 meses

Jobs conseguiu não só criar um produto, mas sim uma relação mais próxima com seu consumidor, algo que hoje com tantas marcas no mercado é difícil e cada vez mais raro. Me diz se você é fiel ao seu sabonete, detergente, ao vidro de maionese ou até mesmo a marca do seu carro, creio que a grande maioria não é.

Steve Jobs soube trabalhar não apenas um aparelho celular, não um smartphone e sim a magia, a experiência única de ter um iPhone, eu que não tenho sinto essa sensação devo imaginar quem tem e como deve se sentir.

Creio que essa febre pelo produto, pela marca, pela cultura da empresa deve durar mais um bom tempo, talvez nem tanto com a saída recente de seu mentor que encarava o seu dia de trabalho como fosse o primeiro, lá no começo, na garagem da sua casa.

Vamos esperar o lançamento do iPhone 5 para o mês que vem, alguns dizem que será possível ver alguns na rua por volta de 15/10, vamos esperar pra ver!

Leonardo Zani
Especialista em Planejamento Estratégico Digital
Conheça meu LinkedIN
Seja meu amigo no Facebook
Me siga no Twitter @leoZANI @marcaemarketing
 
Deixe um comentário

Publicado por em 26/09/2011 em Marcas

 

Tags: , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: